Logomarca

Conheça a história de Santa Rita

Santa Rita nasceu por volta de 1381, era filha de Antonio Lotti e Camata Ferri e havia desejado ser monja, todavia, ainda jovem (aos 13 anos), os pais, já idosos, a prometeram em casamento a Paulo Ferdinando Mancini, um homem conhecido pelo seu caráter iroso e brutal. Santa Rita, habituada ao dever, não opôs resistência e se casou com o jovem oficial.

Acontece que seu marido, Paolo, era infiel e costumava beber muito, por isso ela sofreu bastante durante os 18 anos de matrimônio. O lado feliz dessa parte da vida da Santa é que ela foi abençoada com dois filhos que buscou educar na fé e no amor. Porém, eles foram influenciados pelo pai e acabaram apresentando hábitos duvidosos.

Rita passou por um grande sofrimento ao ver o marido assassinado. Após esse fato, seus filhos juraram vingança e Santa Rita de Cássia pediu a Deus que intercedesse para que eles não cometessem esse pecado, foi quando os gêmeos adoeceram de forma incurável, mas, antes de morrer, perdoaram o assassino do pai.

Sem o marido e filhos, Santa Rita entregou-se à oração, penitência e obras de caridade e tentou ser admitida no Convento Agostiniano em Cássia, fato que foi recusado no início. No entanto, ela não desistiu e manteve-se em oração e milagrosamente foi aceita no convento. 

Durante seu tempo no Convento, recebeu um estigma na testa, que a fez sofrer muito devido à humilhação que sentia, pois cheirava mal e incomodava os outros. Por isso, teve que viver resguardada. Os últimos 15 anos de sua vida foram de sofrimento sem trégua. Sua perseverança na oração a levava a passar até 15 dias na cela, além do mais, usava um cilício que lhe dava muito sofrimento e submetia o seu corpo a contínuas mortificações, como dormir no chão, até que, um dia, ela adoeceu e assim permaneceu até os últimos anos da sua vida.

No dia de sua morte, 22 de Maio de 1447, uma monja viu a sua alma subir ao céu acompanhada de anjos, além disso, os sinos da igreja começaram a tocar sozinhos, enquanto um perfume suavíssimo se espalhou por todo o Mosteiro e do seu quarto foi vista saindo uma forte luz. 

Para Santa Rita, a vida foi cheia de grandes desafios, sofrimentos e causas impossíveis, tendo ela buscado viver tudo isso refugiando-se no Senhor, Santa Rita tornou-se a Santa das causas impossíveis. Que possamos, então, recorrer a ela nas dificuldades de nossas vidas e peçamos um coração cheio de fortaleza, esperança e fidelidade a Deus. 

Santa Rita! Rogai por nós!

Salve vidas doando.

Banco do Brasil
Agência: 1369-2 | Conta corrente: 8902-8

Caixa:
Agência: 578 | Op: 003 | Conta corrente: 1524-3

Santander
Agência: 3132 | Conta corrente: 13007043-1

Pix: benfeitordapaz@comshalom.org

Telefone: (85) 3077-8300

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Logomarca

Todos os direitos reservados © 2021 - Comunidade Católica Shalom - CNPJ 07.044.456/0001-00

Leave a Reply

Your email address will not be published.